O Bitcoin dispara e os traders vão a loucura. Nesta terça-feira, o preço de compra da criptomoeda passou de US$ 11 mil, o que não acontecia desde março de 2018.

A valorização do criptoativo é resultado de um crescente. Uma avaliação do mês de junho de 2019, aponta que a alta começou no domingo, dia 09, quando a moeda chegou ao menor valor do mês, cerca de U$ 7,6 mil. De acordo com dados compilados pela G44 Brasil, a cotação chegou, nesta terça-feira (25), por volta do meio dia, a U$ 11,2 mil, ou seja, cerca de R$ 43 mil reais, por uma moeda.

Segundo a agência France Press, especialistas apontam que o aumento do preço do bitcoin se deve principalmente pelo interesse global renovado pelas criptomoedas e pela tecnologia que as sustenta.

O lançamento de uma moeda digital pela empresa Facebook colocou o assunto na pauta e trouxe ventos favoráveis para o setor. Na semana passada, a rede social americana anunciou oficialmente o projeto Libra, que tem lançamento previsto para o início de 2020.
Analistas consideram que o fato de uma empresa como o Facebook entrar no setor devolve à visibilidade aos ativos virtuais.

Desde o início da semana passada e da cobertura da imprensa sobre o projeto Libra, o bitcoin se valorizou em 20%.

Bitcoin

As criptomoedas são ativos virtuais protegidos por criptografia, presentes exclusivamente em registros digitais, cujas operações são executadas e armazenadas em rede de computadores.

O bitcoin é o pioneiro. A tecnologia foi criada por Satoshi Nakamoto em 2008 e vem sendo desenvolvida de forma ininterrupta, desde então. A tecnologia não é nova, outros já haviam tentado sem sucesso, por isso, inicialmente, foi desacreditada por especialistas. Mas a moeda, Bitcoin, decolou e vem impactando o mundo com características revolucionárias.

Fonte: Agência France Presse

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here