Todo mês é igual: o salário já acabou e você não conseguiu pagar todas as contas e as cobranças vêm. Logo, você é obrigado a pensar num plano urgentíssimo para pagar as contas.

Não adianta espernear, tem que colocar tudo na planilha!

Até gostaria de que a primeira dica não fosse a velha e batida planilha. É clichê, mas não há outra forma de começar. Porque é fundamental conhecer bem o problema para só assim resolvê-lo de verdade.

Anotar tudo o que entra e o que sai é o primeiro passo para conhecer o seu comportamento com os gastos e, assim, conseguir descobrir onde estão os desperdícios e os supérfluos.

A boa notícia é que hoje existem aplicativos. Guia Bolso, Organize e Minhas Finanças, por exemplo. Eles vão deixar a planilha literalmente na palma da sua mão.

Não sabe como cortar gastos supérfluos e estancar o desperdício? Anote essas dicas:

Divirta-se em casa.

Se a temporada é de fazer economia, controlar gastos e sair do vermelho, é imprescindível substituir alguns hábitos. Diminuir o número de saídas é um bom começo. É fácil constatar isso quando você compara o preço da mesma marca de cerveja no bar e no mercado. Sem contar que pode se tornar um hobby muito divertido reunir os amigos e preparar uma nova receita para recebê-los.

Deixe a vergonha de lado e peça descontos. Sempre!

De grão em grão a galinha enche o papo e de centavo em centavo você não esvazia o bolso. Se você pode usar o cupom de desconto que lhe dá R$6,00 de economia na compra do mesmo lanche, por que vai gastar mais, se pode gastar menos? Ligue para as operadoras de telefone e internet, peça descontos nos planos, caso o primeiro atendente não seja amigável, não desista.

Compre no atacado.

Para começar é necessário que você conheça seu comportamento de compra. Qual é o consumo médio mensal de cada item na sua casa? Quantos quilos de sabão em pó? Quantos rolos de papel higiênico? Faça a conta e perceba que quando você compra aqueles packs Pague 10 Leve 12, sua economia acontece no total das compras realizadas e também no fato de que você não vai precisar voltar ao supermercado para unidades a mais e sem descontos promocionais. Abastecer o carro aos poucos também se torna um ralo por onde seu dinheiro é tragado, é mais econômico completar o tanque, inclusive para tornar possível saber quanto de combustível seu carro consome por mês.

Uma dica que vale por 3.

Existem outras coisas que você pode (e deve!) começar:

Se for possível, conquiste uma fonte de renda extra;
Essa dica é para quem já se organizou e sabe se controlar: Se tiver cartão de crédito, prefira pagar tudo no cartão à vista e reserve o valor gasto numa aplicação que você possa sacar na data do pagamento da sua fatura, além de render algo para você, também vai poder se beneficiar com o programa de fidelidade;

Nunca vá ao supermercado sem uma lista de compras, assim você evita comprar supérfluos.

Não é fazer parecer simples. Controlar o dinheiro é uma missão e tanto, isso sim.

Mas se você incorporar ao seu comportamento essas dicas, certamente vai perceber a mudança. Ser constante é fundamental, então não deixe de alimentar sua planilha com os gastos e com o planejamento do mês seguinte.

Todavia, não será do dia para a noite, mas sua vida vai entrar nos eixos e, ainda melhor, você vai tomar gosto por isso e vai querer ver seu dinheiro, aquele que sobrou, render!

7 COMENTÁRIOS

  1. […] Existem alguns gastos que podem aparecer de surpresa, e pegar muitas pessoas desprevenidas, de modo que algumas contas deixem de ser pagas. Planejar pequenos fundos mensalmente para lidar com imprevistos é muito importante, e faz toda a diferença nesse sentido, de maneira que você possa arcar com todos os custos e manter as contas em dia.  […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here