Essa é uma pergunta que todo mundo uma hora ou outra vai levantar: O que fazer com o dinheiro da restituição do imposto de renda? A G44 reuniu algumas opções para você.

Anualmente a Receita Federal faz o pagamento por meio de lotes para restituição do Imposto de Renda. Esse dinheiro para a maioria tem destino certo: quitação de dívidas. Já uma minoria vê nesse dinheiro uma oportunidade para investir. Bem, cada um faz de acordo com a sua necessidade e situação financeira. A G44 reuniu algumas dicas para quem esteja em dúvida.

A maior parte dos consultores financeiros concorda que, para fazer um bom uso do dinheiro recebido, primeiro é necessário pagar dívidas, se houver. Os empréstimos mais caros, como o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito, devem ser a prioridade. Isso porque, nenhum investimento vai render mais do que a taxa de juros de uma dívida.

Mas, para quem está com as contas em dia, fazer investimento com dinheiro da restituição é uma boa alternativa. Para aqueles que têm medo de arriscar demais, a sugestão é utilizar o dinheiro em uma aplicação de renda fixa. Já para aqueles que são mais ousados é a hora de aproveitar o mercado de investimentos de renda variável.

Em 2018, as datas de pagamento dos lotes de restituição do Imposto de Renda foram:

1º lote, 15 de junho;

2º lote, 16 de julho;

3º lote, 15 de agosto;

4º lote, 17 de setembro;

5º lote, 15 de outubro;

6º lote, 16 de novembro;

7º lote, 17 de dezembro.

É claro que nenhuma estratégia é válida quando não se tem apoio e segurança. Antes de tomar sua decisão, consulte e cheque informações sempre.

Gostou desse texto? Veja mais sobre finanças e outros assuntos aqui na G44 Brasil.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here